[helpie_notices group_id=’26’/]

FAQ - Perguntas mais frequentes

  • Acabei de fazer a adesão ao sistema. E agora?

    Parabéns por fazer a adesão ao sistema DSLITE! Agora, para te ajudar a começar a usar o sistema com confiança, recomendamos assistir ao vídeo abaixo:

    Manual Introdução ao Sistema DSlite

    Neste vídeo, proporcionamos uma visão geral do sistema DSLITE e te mostramos os primeiros passos para começar a utilizá-lo. Ele é perfeito para quem está dando os primeiros passos e quer se familiarizar com as principais funcionalidades.

    Além desse vídeo, temos outros manuais em vídeo disponíveis no nosso canal, que abordam diversas funcionalidades e aspectos do DSLITE. Esses recursos visuais são ótimos para te guiar no processo de utilização do sistema.

  • É possível fazer dropshipping sendo MEI?

    Sim, é possível realizar dropshipping como Microempreendedor Individual (MEI). Para executar o dropshipping, é necessário que a empresa possa emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), uma vez que o processo de dropshipping em nosso sistema é iniciado através do arquivo XML da nota fiscal de venda.

    Embora alguns estados não exijam que o MEI emita a NF-e e deixem essa decisão a critério do contribuinte, no nosso sistema essa emissão é obrigatória. Caso você ainda não disponha de Nota Fiscal Eletrônica e tenha interesse em adotar o dropshipping, é essencial que você se informe pelo Portal do Empreendedor sobre os procedimentos para obter o seu certificado digital e habilitar sua empresa para a emissão da nota fiscal eletrônica.

    Se você já está habilitado para emitir a nota fiscal eletrônica, está apto a utilizar os nossos serviços de dropshipping. Para isso, basta entrar em contato com o seu vendedor/fornecedor e manifestar seu interesse em adotar o dropshipping.

    É possível que alguns fornecedores relutem em aceitar o MEI para a prática do dropshipping. Nesse caso, nossos atendentes poderão fornecer essa informação no momento da contratação.

  • Quais recursos são disponibilizados pelo DSLITE?

    O DSLITE disponibiliza uma série de recursos para atender às necessidades de nossos clientes. No entanto, é importante observar que não oferecemos uma plataforma de e-commerce completa aos nossos clientes. Nosso enfoque está em fornecer os CATÁLOGOS DE PRODUTOS dos nossos fornecedores, bem como os meios para que os clientes possam acessá-los e/ou integrá-los em seus próprios sites e sistemas.

    Aqui estão os recursos que oferecemos:

    01. Integrações Próprias: Desenvolvemos integrações que já fazem parte do sistema DSLITE. Exemplos de plataformas integradas incluem BLING, TINY, LOJA INTEGRADA, OLIST, ANYMARKET e PLUGG.TO.

    02. Integrações de Terceiros: Trabalhamos com sistemas de terceiros que já realizaram integrações com o sistema DSLITE. Atualmente, temos diversos parceiros integrados e homologados, como VISUAL E-COMMERCE, MKX, BIS2BIS, OPENCART, INSERTSOFT, SIGECLOUD, entre outros.

    03. APIs Abertas: Disponibilizamos APIs abertas do DSLITE, que podem ser utilizadas para integrar nosso sistema com qualquer plataforma de e-commerce ou ERP. Seu desenvolvedor estará apto a orientar sobre como proceder. Para obter mais informações, consulte a documentação em https://api.dslite.com.br/.

    04. Arquivo XML: Fornecemos arquivos XML completos de catálogos de produtos de cada fornecedor, sempre atualizados. Esses arquivos podem ser utilizados para integração ou importação em qualquer sistema desejado pelo lojista. Recomendamos que você consulte seu desenvolvedor, programador e/ou a plataforma de e-commerce para obter assistência.

    05. Arquivo XLSX: Também disponibilizamos planilhas XLSX contendo o catálogo completo de produtos de cada fornecedor, sempre atualizadas.

    06. E Mais: Além disso, oferecemos a opção de consulta online por meio do portal DSLITE.

    Lembramos que é possível consultar a lista atualizada de parceiros em nosso website.

  • Como funciona o Dropshipping nos Marketplaces?

    O processo de dropshipping nos marketplaces opera da seguinte forma: O lojista pode utilizar uma tabela virtual fornecida pelo seu fornecedor para verificar a disponibilidade de estoque dos produtos. Através da integração dessa tabela com o sistema dos marketplaces, o lojista disponibiliza somente os produtos que estão em estoque em sua plataforma. Quando um cliente realiza uma compra através do marketplace, o lojista efetua a venda e, em seguida, solicita ao fornecedor que realize a entrega direta para o cliente.

    É importante considerar algumas restrições relacionadas ao frete e ao transporte. Alguns marketplaces não permitem o despacho de produtos a partir de endereços diferentes do cadastro do lojista. Assim, o endereço logístico registrado nos marketplaces deve, OBRIGATORIAMENTE, coincidir com o endereço do fornecedor ou estar em uma região próxima a ele.

    Em alguns casos excepcionais, pode ser permitido o uso de um endereço diferente. No entanto, RECOMENDAMOS que o cliente tenha uma conta separada para cada endereço de origem. Isso garante que a etiqueta de envio esteja vinculada ao endereço do fornecedor. Caso um cliente utilize a mesma conta com outro endereço, o marketplace calculará o valor do frete e o prazo de entrega com base no endereço cadastrado. Como os produtos serão enviados do endereço do fornecedor, pode ocorrer uma cobrança adicional de diferença de frete. Algumas agências de correios não impõem restrições quanto ao envio de endereços diferentes; isso é comum. No entanto, já houve casos de recusa. Portanto, é altamente recomendado usar uma conta separada para cada fornecedor.

    Para o dropshipping através da plataforma OLIST, independentemente do fornecedor, o endereço logístico cadastrado na OLIST deve ser OBRIGATORIAMENTE o endereço do fornecedor ou estar em uma região próxima a ele.

    É fundamental ressaltar que essas informações podem ser alteradas a qualquer momento. Portanto, é aconselhável manter contato regular com nossa equipe e acompanhar nossos comunicados para estar sempre atualizado.

  • O que é Crossdocking?

    O Crossdocking, atualmente também popularmente conhecido como Estoque Virtual, refere-se a um modelo de sistema de distribuição utilizado na comercialização de produtos. Neste método, os revendedores não mantêm os produtos em estoque. Em vez disso, eles consultam o catálogo de produtos disponíveis em seus fornecedores e efetuam suas vendas. Somente após realizar uma venda, o revendedor realiza a compra do produto junto ao fornecedor.

    Nesse modelo específico de Crossdocking, o fornecedor envia o produto diretamente ao revendedor. O revendedor, por sua vez, recebe fisicamente o produto em seu estoque e, imediatamente após, encaminha o produto para o cliente final.

    A adoção do Crossdocking representou um significativo avanço, permitindo que diversos revendedores adotassem essa estratégia para expandir suas vendas e diversificar sua oferta de produtos. Além disso, possibilitou que os fornecedores disponibilizassem seus estoques para um número maior de revendedores, ampliando suas oportunidades de venda. O conceito de Crossdocking se mostrou uma ideia bem-sucedida que continua a crescer, trazendo benefícios tanto para os revendedores quanto para os fornecedores.

  • Por que tenho que pagar para ter acesso ao Crossdocking ou Dropshipping?

    A empresa B2Lite tem como objetivo fornecer aos lojistas catálogos de produtos online provenientes de fornecedores capacitados para operar com as práticas de crossdocking e dropshipping. Além disso, a empresa oferece suporte, orientação e informações tanto para os lojistas quanto para os fornecedores, considerando que esses modelos de comércio ainda são relativamente novos no Brasil.

    A B2Lite desenvolveu o sistema DSLite.com.br – O Portal do Dropshipping e Crossdocking, o qual disponibiliza produtos e APIs necessárias para que possam ser integrados e consultados por meio de outras plataformas e sistemas de e-commerce.

    Ao aderir ao serviço oferecido pelo sistema DSlite, os clientes passam a ter acesso ao catálogo de todos os fornecedores disponíveis no ambiente DSLite, desde que estejam cadastrados e autorizados pelos respectivos fornecedores.

    A cobrança pelo acesso a esses recursos está relacionada aos custos de desenvolvimento, manutenção e suporte da plataforma, bem como ao valor agregado oferecido aos lojistas ao proporcionar acesso a produtos, suporte técnico e facilitar a integração com sistemas de e-commerce.

  • Posso utilizar o Dropshipping com o serviço de Entregas do Marketplace?

    Sim, é possível utilizar o serviço de Entregas do Marketplace em conjunto com o Dropshipping. Para isso, a etiqueta de frete deve ser inserida na página do pedido dentro da plataforma DSLite. As etiquetas em formato PDF são aceitas nas plataformas.

    No entanto, é importante estar ciente das restrições relacionadas ao frete e transporte que ainda se aplicam. Alguns marketplaces não permitem que os produtos sejam despachados de endereços diferentes do cadastro do lojista.

    O endereço logístico cadastrado nos marketplaces deve, OBRIGATORIAMENTE, coincidir com o endereço do fornecedor ou estar localizado em uma região próxima a ele.

    Ainda que, em alguns casos, seja aceito um endereço diferente, é RECOMENDADO que o cliente tenha uma conta separada para cada endereço de origem. Ou seja, a etiqueta de frete deve conter o endereço do fornecedor. Se o cliente utilizar a mesma conta que já existe, mas com outro endereço, o Marketplace calculará o valor do frete e o prazo de entrega a partir do endereço cadastrado. Considerando que os produtos serão enviados do endereço do fornecedor, pode ocorrer uma cobrança adicional de diferença de frete. A postagem de outro endereço por parte de algumas agências de correios pode ser permitida, embora existam casos de recusas. Portanto, a recomendação é utilizar uma conta específica para cada fornecedor.

    No caso do Dropshipping pela OLIST, independente do fornecedor, o endereço logístico cadastrado na OLIST deve ser OBRIGATORIAMENTE o endereço do fornecedor ou estar localizado em uma região próxima a ele.

    Lembramos que essas informações podem ser alteradas a qualquer momento. Portanto, é aconselhável manter contato regular com nossa equipe e acompanhar nossos comunicados para estar sempre atualizado.

  • O Lojista pode trabalhar com mais de um fornecedor no Dropshipping?

    Sim, o Lojista pode trabalhar com quantos fornecedores desejar no modelo de Dropshipping.

    No entanto, ao lidar com vendas por meio de marketplaces e para possibilitar a utilização das etiquetas de transporte fornecidas pelos próprios marketplaces, é importante observar que o endereço de origem dos produtos não pode ser o endereço de um dos fornecedores. Em outras palavras, o lojista deve configurar o endereço de sua própria empresa ou de uma agência de Correios conveniada em sua conta no marketplace para que as etiquetas de transporte sejam geradas corretamente.

  • O que é a Taxa de Logística Fracionada?

    A Taxa de Logística Fracionada é o valor que alguns fornecedores cobram para realizar o fracionamento de um pedido. Isso inclui uma série de custos, como separação dos produtos, embalagem individual dos itens, etiquetagem para o destinatário final, entre outros processos relacionados.

    Essa taxa é assumida pelo lojista e paga diretamente ao fornecedor.

    IMPORTANTE:

    • A Taxa de Fracionamento não está incorporada ao preço do produto.
    • É recomendado consultar a política do fornecedor no nosso “Estoque Virtual” para verificar se existe a cobrança da taxa de fracionamento.
  • O preço que está no XML do Crossdocking já está com impostos?

    A questão dos preços e impostos é uma informação mais específica do próprio fornecedor, e o ideal é confirmar diretamente com o fornecedor. O sistema DSlite recebe os preços e os disponibiliza, no entanto, nossa equipe não possui todos os detalhes nem tem conhecimento de mudanças na legislação.

    O preço que é exibido no XML (no portal DSlite) para o cliente é exatamente o preço que ele irá pagar ao fornecedor, incluindo os impostos que constarão na nota fiscal. No entanto, alguns fornecedores podem enfrentar dificuldades para disponibilizar os valores específicos de impostos para cada tipo de cliente em cada região. Nesse caso, é importante manter um contato direto com os fornecedores para determinar se há possibilidade de algum acréscimo no preço devido a regras fiscais em sua região, especialmente em casos como Substituição Tributária (ST).

    Se o cliente precisar pagar algum outro imposto devido à entrada do produto em seu estado, como é o caso da Substituição Tributária sem convênio, esse valor NÃO ESTÁ INCLUÍDO NO XML.

  • Como o lojista envia o pedido de Dropshipping para o fornecedor?

    Existem duas formas para o lojista enviar o pedido de Dropshipping para o fornecedor, e o usuário pode escolher a opção que seja mais conveniente para o seu processo.

    Em ambas as opções, é um pré-requisito ter o arquivo XML de faturamento da nota fiscal eletrônica para o destinatário final.

    1. Envio do Dropshipping pelo Portal DSlite.com.br: O lojista pode acessar o Portal do Dropshipping e fazer o upload do arquivo XML de faturamento através do menu “Criar Pedido”.

    2. Envio do Dropshipping por Integração via API: Para utilizar essa opção, o desenvolvedor deverá consultar a documentação das APIs fornecidas pela DSlite através do link: https://api.dslite.com.br/.

    Escolha a opção que melhor se adapta ao seu processo e necessidades.

  • O que é Dropshipping?

    O Dropshipping, também conhecido como Venda à Ordem ou Operação de Venda Triangular, é uma técnica de gestão da cadeia logística. Nesse modelo, o revendedor não mantém os produtos em estoque. Em vez disso, ele oferece e comercializa produtos que estão armazenados no estoque do fornecedor. Quando um cliente final realiza uma compra, o revendedor solicita e paga ao fornecedor, que cuida de todo o processo de embalagem e envio direto ao cliente. Dessa forma, o revendedor utiliza o estoque dos seus fornecedores.

    O Dropshipping representa uma evolução do conceito de crossdocking. Esse modelo simplifica significativamente a operação para os revendedores, uma vez que eles não precisam lidar com as compras e tampouco com a logística das vendas realizadas por meio dessa modalidade. O Dropshipping oferece aos revendedores diversas vantagens, incluindo economia nos custos de embalagem, armazenamento e capital de giro, visto que não é necessário investir em estoque e gerenciar a logística.

  • Como funciona o Dropshipping?

    Passo 1:

    • O Lojista realiza uma venda e emite a nota fiscal de faturamento destinada ao cliente final para entrega.

    Passo 2:

    • O Lojista faz o upload do arquivo XML da sua nota fiscal no portal DSLITE (www.dslite.com.br).

    Passo 3:

    • O fornecedor assume a responsabilidade pela entrega do produto diretamente ao destinatário final, acompanhada da nota fiscal de remessa e da DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) de faturamento emitida pelo Lojista.
    • O fornecedor emite uma nota fiscal de faturamento convencional para o Lojista.

    Descrição mais detalhada:

    No Dropshipping:

    1. O Lojista consulta a disponibilidade de estoque no fornecedor.
    2. O Lojista efetua uma venda para o cliente final.
    3. O Lojista emite a nota fiscal de faturamento simples destinada ao cliente final. Nesta nota fiscal, é incluída a mensagem “A mercadoria será entregue por: [dados do fornecedor]”.
    4. O Lojista envia o arquivo XML correspondente a essa nota fiscal para o fornecedor. Isso pode ser feito através do portal DSlite.com.br, e-mail configurado no DSLite ou integração específica que será disponibilizada.
    5. O fornecedor realiza o envio direto do produto ao cliente final, acompanhado de uma nota fiscal de remessa que faz referência à mensagem “Mercadoria entregue por conta e ordem de [dados do lojista]” e [número da nota fiscal do lojista].
    6. O fornecedor emite uma nota fiscal de venda convencional destinada ao Lojista, fazendo referência à mensagem “Mercadoria entregue com NF [dados da nota fiscal de remessa para o cliente final]”.

    Esse é o fluxo do processo de Dropshipping, onde o Lojista não mantém os produtos em estoque e a gestão da entrega é realizada pelo fornecedor.

  • É possível selecionar apenas alguns itens do fornecedor para trabalhar?

    O sistema DSlite não impõe restrições sobre os itens disponibilizados pelos fornecedores. Todos os produtos que o fornecedor oferece estarão acessíveis ao lojista por meio do sistema DSlite. No entanto, os fornecedores têm a prerrogativa de restringir produtos para clientes específicos. Nesse cenário, o sistema DSlite respeitará as restrições estabelecidas pelo fornecedor.

    No portal DSlite, o lojista possui a opção de ocultar os itens que não pretende trabalhar, a fim de facilitar a navegação. Além disso, por meio das integrações próprias disponíveis, o lojista tem a possibilidade de selecionar apenas os itens que deseja integrar em seu sistema.

  • Como funciona o pagamento para os fornecedores?

    Os pagamentos referentes aos produtos vendidos são efetuados diretamente aos fornecedores, seguindo a modalidade pré-paga. Os fornecedores operam com a utilização de boletos de recarga de saldo pré-pago.

    Atualmente, os valores mínimos para recarga variam de R$ 300,00 a R$ 1.000,00, dependendo de cada fornecedor.

    Caso o lojista não possua saldo disponível para efetuar o pagamento do produto, o fornecedor emite um boleto mínimo que seja suficiente para realizar o pagamento. Esse saldo será então utilizado nas próximas vendas e assim sucessivamente. Qualquer outra forma de negociação deve ser diretamente acordada entre o lojista e o fornecedor.

    Observação: Alguns fornecedores também aceitam o pagamento a cada pedido através de PIX.

  • Qual é o valor da mensalidade para utilizar o sistema DSLITE?

    Atualmente, temos dois tipos de mensalidades disponíveis:

    • R$ 178,00 para acesso ao Dropshipping.
    • R$ 118,00 para acesso somente aos recursos de Crossdocking.

    Essas mensalidades oferecem acesso ao catálogo de até cinco fornecedores disponíveis, desde que sejam autorizados por eles.

    Observação: Consulte os planos adicionais disponíveis no nosso portal.

    Além disso, estamos concedendo os primeiros 30 dias gratuitos para o plano Dropshipping e 15 dias gratuitos para o plano Crossdocking. Após esse período, enviaremos um boleto de renovação para os próximos 30 dias e assim sucessivamente.

    Trabalhamos com o modelo de pagamento pré-pago e não cobramos taxas de fidelidade ou multa por rescisão. Caso o cliente não deseje mais utilizar o sistema, basta ignorar o boleto recebido e o sistema automaticamente pausará e inativará a conta.

  • Como posso utilizar o Dropshipping em minha loja física?

    Você pode usar o Dropshipping em sua loja física seguindo estes passos:

    1. Utilizando o catálogo virtual do seu fornecedor: Consulte o catálogo virtual do fornecedor para verificar a disponibilidade de estoque dos produtos que você deseja vender.
    2. Realizando a venda: Efetue a venda do produto para o seu cliente como faria normalmente em sua loja física.
    3. Solicitando a entrega: Após a venda, entre em contato com o fornecedor e solicite que eles realizem a entrega diretamente para o seu cliente.
    4. Procedimento de emissão de notas fiscais: Realize todo o procedimento de emissão de notas fiscais de maneira semelhante à venda online, emitindo a nota fiscal para o cliente final.
    5. Postando o XML da nota fiscal eletrônica: Após a emissão da nota fiscal, poste o arquivo XML correspondente no portal DSlite.

    Ao seguir esses passos, você pode usar o Dropshipping em sua loja física, aproveitando os benefícios de não manter estoque e ter uma gestão simplificada da logística.

  • Como faço para enviar um pedido de Dropshipping?

    Para enviar um pedido de Dropshipping, siga os seguintes passos:

    1. Emissão da Nota Fiscal: Primeiro, você deve emitir uma nota fiscal de venda para o seu cliente final.
    2. Acesso ao Portal DSlite: Depois de emitir a nota fiscal, acesse o portal DSlite.
    3. Upload da Nota Fiscal: Dentro do portal, vá até o menu “Criar Pedido”. Lá, você poderá fazer o upload do arquivo XML da sua nota fiscal.
    4. Conferência dos Dados: Antes de concluir, confirme se sua nota fiscal está com o CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações) correto, que deve ser 5120 (para operações internas) ou 6120 (para operações interestaduais).
    5. Informações Adicionais: Garanta que nos dados adicionais da nota fiscal contenha a mensagem indicando que o produto será entregue pelo fornecedor. Nessa mensagem, mencione o CNPJ e a Razão Social do fornecedor.
    6. Consulte o Manual: Se tiver dúvidas ou se quiser garantir que está fazendo tudo corretamente, consulte nosso manual de emissão de nota fiscal de dropshipping. Ele está disponível no menu “ajuda” dentro do portal DSlite.

    Ao seguir essas etapas, você terá enviado com sucesso um pedido de Dropshipping através do sistema DSlite.

  • Quais são os requisitos para fazer Dropshipping e Crossdocking com o sistema DSLITE?

    Os requisitos para realizar tanto o Dropshipping quanto o Crossdocking com o sistema DSLITE são os seguintes:

    Para o Dropshipping:

    • Ser pessoa jurídica.
    • Possuir inscrição estadual.
    • Estar habilitado com certificado digital para emitir nota fiscal eletrônica e gerar arquivo XML.

    É válido ressaltar que, mesmo sendo Microempreendedor Individual (MEI), é possível praticar o Dropshipping, desde que o MEI tenha autorização para emitir nota fiscal eletrônica e possa fornecer o arquivo XML.

    Nas situações em que alguns estados não oferecem a possibilidade de obter o arquivo XML para nota fiscal avulsa, é recomendável realizar uma consulta prévia, preferencialmente com um contador no seu estado, para verificar essa possibilidade.

    Para o Crossdocking:

    • Ser pessoa jurídica.
    • Realizar compras com a finalidade de revenda.

    No caso do Crossdocking, ao contrário do Dropshipping, não é necessário possuir a capacidade de geração de nota fiscal eletrônica.

  • Onde posso vender os produtos através do Dropshipping?

    Os produtos podem ser vendidos em diversos canais de vendas, proporcionando flexibilidade ao lojista para escolher o método que melhor se adequa ao seu modelo de negócio. Alguns dos canais onde os produtos de Dropshipping podem ser vendidos incluem:

    • Website Próprio: O lojista pode vender os produtos diretamente em seu próprio site de e-commerce.
    • Marketplaces: É possível listar os produtos em marketplaces populares, como Amazon, Mercado Livre, OLX, entre outros.
    • Lojas Físicas: Caso possua uma loja física, você pode oferecer os produtos aos seus clientes.
    • Redes Sociais: As redes sociais podem ser usadas como plataforma de vendas, como Facebook, Instagram, etc.
    • Outros Canais Online: Blogs, fóruns e outros canais online também podem ser utilizados para comercializar os produtos.

    É importante mencionar que, independentemente do canal escolhido, é fundamental emitir nota fiscal de vendas conforme as normas e regulamentos vigentes.

    Além disso, vale destacar que há integração direta com a OLIST, que é uma plataforma de aceleração de vendas em marketplaces renomados no Brasil. Isso proporciona uma maneira mais eficiente de aproveitar esses canais de vendas.

  • Quais são os principais benefícios do Dropshipping?

    O Dropshipping oferece uma série de benefícios que podem ser muito vantajosos para os lojistas. Alguns dos principais benefícios incluem:

    1. Evolução do Estoque Crossdocking: O Dropshipping representa uma evolução do modelo de estoque Crossdocking, permitindo que o lojista não precise se preocupar com a logística de armazenamento e envio dos produtos.
    2. Simplicidade na Operação: O lojista se concentra nas vendas, enquanto o fornecedor fica responsável pela entrega dos produtos.
    3. Ampliação do Mix de Produtos: O Dropshipping permite ao lojista oferecer uma variedade maior de produtos sem a necessidade de manter um estoque físico extenso.
    4. Logística Gerenciada pelo Fornecedor: A logística, incluindo embalagem e envio, fica a cargo do fornecedor, liberando o lojista de tarefas operacionais.
    5. Rápido Tempo de Entrega: Como os produtos são enviados diretamente pelo fornecedor, o tempo de entrega ao cliente final tende a ser mais curto.
    6. Baixo Investimento em Estoque e Embalagens: Não é necessário investir em estoque de produtos ou embalagens, o que reduz custos iniciais e operacionais.
    7. Economia de Espaço: A ausência de estoque físico economiza espaço de armazenamento e áreas de expedição.
    8. Foco nas Vendas: O lojista pode focar em estratégias de marketing e vendas em vez de se preocupar com a gestão de estoque.
    9. Baixa Necessidade de Capital de Giro: A ausência de estoque reduz a necessidade de investimento em capital de giro.
    10. Flexibilidade na Localização do Negócio: Como não é necessário armazenar produtos, o lojista não fica restrito a um local físico específico para operar.

    Estes são alguns dos benefícios do Dropshipping, que podem ser muito atrativos para lojistas que desejam otimizar suas operações e expandir suas ofertas.

  • Tenho mais de um CNPJ ou Filial e quero utilizar o Dropshipping em todos, como proceder?

    Se você possui mais de um CNPJ ou filial e deseja utilizar o Dropshipping em todos eles, é importante seguir algumas etapas específicas:

    1. Contratação de Planos/Adesões: Será necessário contratar um plano ou adesão para cada CNPJ ou filial que deseja utilizar o Dropshipping. Cada CNPJ ou filial é considerado uma entidade distinta no sistema DSlite e nas integrações com os fornecedores.
    2. Cadastro e Configuração: Para cada CNPJ ou filial, será necessário realizar o cadastro e configuração separadamente no sistema DSlite, incluindo informações de contato, preferências e configurações específicas.
    3. Integração com Fornecedores: Cada CNPJ ou filial terá sua própria integração com os fornecedores, o que significa que as informações de produtos, estoque e pedidos serão gerenciadas separadamente para cada entidade.
    4. Utilização e Gestão: Após configurar cada CNPJ ou filial no sistema, você poderá utilizar o Dropshipping de maneira independente para cada uma delas. Isso inclui fazer vendas, enviar pedidos, gerenciar produtos e realizar todas as atividades relacionadas.

    Certifique-se de que cada CNPJ ou filial esteja devidamente autorizado e habilitado para operar com o Dropshipping, emitir notas fiscais eletrônicas e fornecer os arquivos XML necessários.

    Lembre-se de que cada CNPJ ou filial é tratado como uma empresa diferente no sistema DSlite e nas integrações com os fornecedores, a separação é importante para garantir a correta gestão e operação de cada entidade.

  • Quero começar a utilizar o DSLITE, como faço?

    Para começar a utilizar o DSLITE e aproveitar os benefícios do Dropshipping, siga os seguintes passos:

    1. Verificação dos Requisitos: Primeiramente, verifique se você atende aos requisitos para operar com o Dropshipping, como ter CNPJ, inscrição estadual e certificado digital habilitado para emissão de nota fiscal eletrônica e geração de arquivo XML.
    2. Cadastro Prévio: Forneça o CNPJ da sua empresa para que a equipe do DSLITE possa fazer um cadastro prévio em seu sistema. Isso é importante para iniciar o processo de adesão.
    3. Indicação de Fornecedores: Informe quais fornecedores você deseja trabalhar. Isso permitirá que o DSLITE envie o seu cadastro aos fornecedores selecionados e obtenha a liberação por parte deles.
    4. Termo de Adesão: Assim que os fornecedores forem autorizando a sua adesão, o DSLITE enviará um Termo de Adesão por e-mail. Leia atentamente o termo e, caso concorde com os termos e condições, aceite-o.
    5. Recebimento de Instruções: Após aceitar o Termo de Adesão, você receberá um e-mail de boas-vindas com instruções para gerar o seu login e senha de acesso ao portal do DSLITE. Também receberá o token de acesso para integrações e links para manuais.
    6. Disponibilização de Catálogos: Conforme os fornecedores forem autorizando a sua adesão, o DSLITE disponibilizará os catálogos dos produtos no sistema. Você poderá acessar e explorar os produtos disponíveis.

    Lembre-se de que o Termo de Adesão só será enviado após a liberação de pelo menos um fornecedor. Esteja atento aos prazos e orientações enviados pelo DSLITE para garantir uma adesão tranquila e eficiente ao sistema.

  • Manual de integração do DSLITE com o Bling (passo-a-passo)

    Vamos te mostrar como fazer a integração entre o DSLITE e o Bling para a troca de informações de catálogo de produtos. Aqui estão os passos que seguimos:

    Manual de Integração passo-a-passo do sistema DSlite x Bling

    Neste vídeo, nós detalhamos cada etapa do processo de integração, desde a configuração até a troca de informações entre os sistemas. Se você está buscando instruções visuais e claras sobre como realizar essa integração, o vídeo é uma ferramenta valiosa para você.

    Além disso, recomendamos explorar outros manuais em vídeo disponíveis no nosso canal do DSLITE. Eles oferecem mais informações e orientações sobre diversas funcionalidades e integrações do sistema.

    Se você tiver dúvidas específicas durante o processo de integração ou precisar de mais informações, estamos à disposição para ajudar!

  • Sincronização de preços DSLITE x Bling x Marketplaces

    Quando se trata de manter os preços e vendas alinhados entre o sistema DSLITE, o Bling e os seus anúncios nos marketplaces, temos um guia em vídeo que irá te auxiliar. Assista ao vídeo abaixo:

    Manual de Sincronização de preços entre o sistema DSlite x Bling x Marketplaces

    Nesse vídeo, você encontrará dicas valiosas sobre como sincronizar os preços de forma eficiente, garantindo que suas vendas se mantenham consistentes em todos os canais. Manter essa sincronização é fundamental para proporcionar uma experiência positiva aos seus clientes.

    Lembrando que nosso canal no YouTube também conta com outros manuais em vídeo que podem te auxiliar em diversas outras funcionalidades e processos. Não hesite em conferir mais recursos visuais para maximizar o uso do sistema DSLITE.

  • Como integrar o DSLITE com a LOJA INTEGRADA?

    Se você deseja integrar o catálogo de produtos do sistema DSLITE com a plataforma de e-commerce Loja Integrada, você está no lugar certo. Preparamos um manual completo com todas as etapas detalhadas para você seguir e realizar essa integração com sucesso. Assista ao vídeo abaixo e siga o passo-a-passo:

    Manual de Integração passo-a-passo do sistema DSlite x Plataforma de e-commerce Loja Integrada

    Neste vídeo, você encontrará todas as informações necessárias para integrar o sistema DSLITE com a plataforma Loja Integrada. Desde o fluxo da integração de produtos até a configuração de chaves API, incluindo produtos unitários e em massa, desativação de produtos da integração e muito mais.

    Se você deseja ir diretamente para um tópico específico do vídeo, confira a lista de assuntos e os respectivos tempos em que eles são abordados:

    • Fluxo da integração de produtos — 01:49s
    • Fluxo da integração de pedidos — 02:58s
    • Índice dos tópicos do manual — 05:06s
    • Criando integração de produtos no ambiente DSLITE — 06:28s
    • Obtendo chave API da Loja Integrada — 08:05s
    • Incluindo produto unitário — 10:22s
    • Incluindo produtos em massa — 13:48s
    • Desativar produtos da integração — 16:22s
    • Criando integração de pedido no ambiente DSLITE — 16:58s
    • Captura somente de notas fiscais — 18:43s
    • Captura somente de pedidos — 23:51s
    • Obtendo o token do Bling — 26:37s
    • Obtendo o token do Tiny — 31:14s
    • Instalando extensão de Token API no Tiny — 32:08s
    • Consulta de pré-pedidos da Loja Integrada — 33:12s
    • Nova funcionalidade no monitor de pedidos — 35:17s
    • Diferença entre Pedidos e Pré-pedidos — 36:56s

    Assistir a esse vídeo de integração é fundamental para garantir que você tenha todas as informações necessárias para realizar a configuração correta. Explore todos os detalhes e etapas apresentadas para uma integração fluida e eficiente.

    Lembre-se de que nosso canal no Youtube possui outros manuais em vídeo que podem ser valiosos para aprimorar o uso do sistema DSLITE em diferentes aspectos. Se você tiver alguma dúvida ou precisar de suporte adicional, estamos aqui para ajudar. Estamos comprometidos em tornar sua experiência com o DSLITE a melhor possível!

  • Explorando os recursos do menu Estoque Virtual

    Nós preparamos um manual em vídeo para que você possa aproveitar ao máximo os recursos do menu Estoque Virtual no sistema DSLITE. Se você está buscando uma visão geral de como navegar e explorar essa parte do sistema, este vídeo é perfeito para você. Assista ao vídeo abaixo para entender melhor como utilizar essa funcionalidade:

    Manual de Navegação no Estoque Virtual DSLITE – Parte 1

    Neste vídeo, você encontrará uma visão geral de como navegar pela tela de Estoque Virtual no DSLITE. Essa funcionalidade é crucial para que você possa gerenciar e controlar seu estoque de forma eficaz, sem a necessidade de mantê-lo fisicamente.

    Durante o vídeo, você aprenderá como acessar e explorar os recursos do menu Estoque Virtual. Serão abordados os principais aspectos, incluindo:

    • Navegação pela interface do Estoque Virtual;
    • Visualização dos produtos disponíveis;
    • Acompanhamento dos produtos em trânsito;
    • Gerenciamento das quantidades em estoque;
    • Identificação de produtos desativados;
    • E muito mais.

    Assistir a este vídeo permitirá que você compreenda com mais profundidade como usar essa funcionalidade em seu benefício. Acompanhe os detalhes apresentados e torne-se mais confiante em utilizar o Estoque Virtual do DSLITE de forma eficaz para otimizar a gestão dos produtos e garantir que você esteja sempre atualizado sobre seu inventário.

    Lembre-se de que estamos comprometidos em fornecer o suporte necessário para que você aproveite ao máximo todas as funcionalidades do DSLITE. Se você tiver dúvidas ou precisar de assistência adicional, estamos à disposição para ajudar. Esperamos que este vídeo enriqueça sua experiência com o sistema DSLITE e facilite ainda mais suas operações de dropshipping e crossdocking.

    Lembrando que nosso canal no YouTube também conta com outros manuais em vídeo que podem te auxiliar em diversas outras funcionalidades e processos. Não hesite em conferir mais recursos visuais para maximizar o uso do sistema DSLITE.

  • Integrando o DSLITE com a OLIST: Manual de Passo a Passo

    Nós criamos um guia em formato de vídeo para te mostrar como é simples integrar o sistema DSLITE com a OLIST por meio do dropshipping. Se você deseja publicar os catálogos de produtos disponíveis no DSLITE na plataforma OLIST, este vídeo de 12 minutos é perfeito para você. Assista ao vídeo abaixo para entender como realizar essa integração:

    Manual de Integração do sistema DSlite x Olist

    Durante esse vídeo, você será guiado por um passo a passo detalhado sobre como integrar o DSLITE com a OLIST para compartilhar seus produtos com facilidade. Algumas das etapas que você encontrará no vídeo incluem:

    • Como acessar a funcionalidade de integração no DSLITE;
    • Como selecionar os produtos que deseja publicar na OLIST;
    • Como configurar e ajustar as informações de produtos na OLIST;
    • Como sincronizar automaticamente os produtos entre o DSLITE e a OLIST;
    • E muito mais.

    Assistindo a esse vídeo, você terá uma compreensão clara de como estabelecer uma integração fluida entre o sistema DSLITE e a plataforma OLIST, o que simplificará a tarefa de compartilhar seus produtos com um público mais amplo.

    Nossa equipe está sempre pronta para fornecer suporte adicional ou esclarecer qualquer dúvida que você possa ter ao longo do processo de integração. Queremos que você tenha uma experiência tranquila e eficaz ao utilizar o DSLITE em conjunto com a OLIST. Esperamos que este vídeo seja valioso para aprimorar suas habilidades de integração e aproveitar ao máximo os recursos que oferecemos.

    Lembrando que nosso canal no YouTube também conta com outros manuais em vídeo que podem te auxiliar em diversas outras funcionalidades e processos. Não hesite em conferir mais recursos visuais para maximizar o uso do sistema DSLITE.

  • Dicas de fretes no DSLITE

    Preparamos um vídeo abrangente com dicas essenciais para você configurar fretes de forma eficiente no sistema DSLITE. Acompanhe este vídeo até o final para obter informações valiosas sobre como otimizar as opções de frete para suas vendas.

    Dicas para Configuração de Fretes no DSLITE: Vídeo de Orientação

    Neste vídeo, você encontrará orientações detalhadas sobre:

    • Como acessar e navegar pelas opções de configuração de fretes no DSLITE;
    • Como definir faixas de valores para os custos de frete;
    • Como estabelecer tarifas de frete fixas ou variáveis;
    • Como selecionar diferentes métodos de envio;
    • Como personalizar as opções de frete para atender às necessidades dos seus clientes;
    • E muito mais.

    Com essas dicas, você poderá criar uma estratégia de fretes que se alinhe ao seu modelo de negócios e proporcione uma experiência positiva aos seus clientes. Fretes bem configurados podem fazer toda a diferença na satisfação dos clientes e na competitividade do seu negócio.

    Se tiver alguma dúvida específica durante a configuração de fretes, não hesite em entrar em contato com nossa equipe de suporte. Estamos aqui para ajudar e garantir que você aproveite ao máximo as funcionalidades do DSLITE para oferecer opções de frete eficientes e atrativas para seus clientes.

    Assista ao vídeo completo e coloque essas dicas em prática para aprimorar a forma como você lida com os fretes em seu negócio. Estamos comprometidos em fornecer recursos e orientações para que você alcance sucesso em suas operações de dropshipping e crossdocking.

    Lembrando que nosso canal no YouTube também conta com outros manuais em vídeo que podem te auxiliar em diversas outras funcionalidades e processos. Não hesite em conferir mais recursos visuais para maximizar o uso do sistema DSLITE.

  • Quem Paga o Frete na Entrega do Processo de Dropshipping?

    No processo de dropshipping, a responsabilidade pelo pagamento do frete na entrega dos produtos pode variar dependendo das escolhas feitas pelo lojista e pelo fornecedor. Aqui estão algumas opções comuns:

    1. Frete Incluso no Valor do Produto: O lojista pode optar por incluir o custo do frete no valor total do produto, oferecendo frete grátis para os clientes. Nesse caso, o lojista arca com o custo do frete como parte dos seus custos operacionais.
    2. Cobrança Separada do Frete: O lojista pode optar por cobrar o frete separadamente dos produtos vendidos. Nesse cenário, o cliente paga pelo frete no momento da compra, e o lojista é responsável por organizar e pagar pelo envio dos produtos pelo fornecedor.
    3. Cobrança do Fornecedor: Muitas vezes, o fornecedor que realiza o dropshipping oferece a opção de envio direto ao cliente final, incluindo a cobrança do frete. Nesse caso, o fornecedor cobra o valor do frete do lojista, que é então repassado ao cliente como parte da compra.
    4. Etiqueta de Transporte Pré-paga: Em algumas situações, o lojista pode fornecer uma etiqueta de transporte pré-paga ao fornecedor, que então utiliza essa etiqueta para enviar o produto diretamente ao cliente. Nesse caso, o lojista já teria pago antecipadamente pelo frete.

    É importante alinhar claramente com seus fornecedores e clientes como o frete será tratado em suas transações de dropshipping. Certifique-se de que todas as informações sobre frete, custos e responsabilidades estejam claras para evitar mal-entendidos.

    Lembrando que a escolha do modelo de frete dependerá das suas estratégias de negócios, das expectativas dos seus clientes e das opções oferecidas pelos seus fornecedores.

  • Como funciona o frete no Crossdocking? e no Dropshipping?

    Funcionamento do frete no Crossdocking e Dropshipping:

    Crossdocking

    1. O lojista realiza a compra dos produtos disponíveis no estoque virtual.
    2. O lojista paga o frete referente ao trecho entre o fornecedor e sua própria loja.
    3. O fornecedor envia os produtos para a loja do lojista.
    4. O lojista aguarda a chegada dos produtos, realiza a fatura e, posteriormente, envia os produtos para o cliente final.
    5. O frete entre a loja do lojista e o cliente final pode ser cobrado do cliente ou estar incluso no valor do produto, dependendo da política do lojista.

    Dropshipping

    1. O lojista oferece os produtos para venda em sua plataforma.
    2. O cliente final realiza a compra e paga pelo produto, incluindo o valor do frete.
    3. O lojista repassa o pedido ao fornecedor.
    4. O fornecedor envia diretamente os produtos ao cliente final, utilizando o frete pago pelo cliente.
    5. O fornecedor inclui o valor do frete na nota fiscal de faturamento para o lojista.
    6. Caso o lojista tenha uma etiqueta de transporte pré-paga para enviar ao fornecedor, não haverá cobrança adicional de frete.

    Em resumo, no Crossdocking, o lojista paga o frete para trazer os produtos até sua loja, enquanto no Dropshipping, o cliente final paga o frete que será utilizado para enviar diretamente os produtos ao cliente. É importante entender as políticas e processos de frete de cada modalidade para tomar decisões adequadas aos seus negócios.

  • Como o lojista pode simular o valor do frete antes de efetuar uma venda ?

    O lojista pode simular o valor do frete antes de efetuar uma venda usando o sistema DSlite de três maneiras:

    1. Através do Menu “Estoque Virtual”: O lojista pode localizar o produto desejado e informar o CEP de destino. Isso fornecerá uma simulação do valor do frete, semelhante a como funciona em sites de comércio eletrônico convencionais.
    2. Através do Menu “Consulta / Fretes”: O lojista pode inserir os dados de origem e destino, incluindo valor e peso do produto. Com base nessas informações, o sistema fornecerá uma consulta de frete para estimar o valor que será cobrado.
    3. Através da API de Consulta de Fretes: O sistema DSlite oferece uma API que permite aos integradores e programadores desenvolverem suas próprias ferramentas de consulta de frete. Isso é útil se o lojista desejar uma integração personalizada em seu sistema.

    Essas opções permitem ao lojista simular e estimar o valor do frete para que possa informar adequadamente seus clientes antes de efetuar a venda. Isso contribui para uma experiência transparente e satisfatória para os clientes, além de ajudar o lojista a tomar decisões informadas sobre preços e logística.

  • Onde e como posso utilizar a API de consulta de fretes ?

    Você pode utilizar a API de consulta de fretes em qualquer sistema ou plataforma. Para fazer isso, siga os seguintes passos:

    1. Acesse a documentação da API de consulta de fretes no link: https://api.dslite.com.br/.
    2. Navegue pela documentação para entender os endpoints disponíveis, os parâmetros necessários e os formatos de requisição e resposta.
    3. Implemente a API em seu sistema ou plataforma. Isso envolverá a codificação das chamadas HTTP para os endpoints relevantes, passando os parâmetros adequados.
    4. Teste a integração para garantir que está funcionando conforme o esperado. Certifique-se de lidar com os diferentes cenários de resposta, como sucesso e erros.
    5. Uma vez que a integração esteja funcionando corretamente, você poderá usar a API para consultar os valores estimados de frete com base nos parâmetros que você passa, como origem, destino, valor e peso.

    Essa integração permitirá que você obtenha estimativas precisas de fretes em tempo real, facilitando a informação dos custos de envio aos seus clientes e melhorando a experiência de compra. Lembre-se de que é importante manter-se atualizado com eventuais mudanças na API e ajustar sua implementação, se necessário.

  • De que forma o fornecedor irá repassar o valor do frete para o lojista?

    O valor do frete cobrado pelo fornecedor, quando o convênio do fornecedor é utilizado, será incluído no valor dos produtos na nota fiscal de faturamento emitida pelo fornecedor para o lojista. Isso significa que o lojista receberá uma nota fiscal com o valor total dos produtos, incluindo o valor do frete, e esse valor deverá ser pago pelo lojista ao fornecedor de acordo com os termos acordados entre as partes.

    É importante que o lojista esteja ciente dessa inclusão do valor do frete na nota fiscal para que possa realizar o pagamento corretamente e garantir que todos os custos sejam devidamente repassados ao fornecedor.

  • O Fornecedor concede frete cortesia para remessa de dropshipping?

    Não, o fornecedor não concede frete cortesia para remessas de dropshipping. Quando o frete é utilizado através do convênio do fornecedor, o lojista será cobrado pelo valor do frete da remessa dos produtos para o destinatário final. Portanto, o lojista deve considerar esses custos ao precificar seus produtos e ao fazer vendas através do modelo de dropshipping.

    Caso o lojista opte por fornecer a etiqueta de transporte válida para o fornecedor, não haverá a cobrança de frete, pois o lojista estará assumindo a responsabilidade pelo frete diretamente e fornecendo a solução logística para o envio dos produtos ao cliente final.

  • Entendendo o frete no dropshipping DSlite.

    Dicas DSLITE:

      • Frete do Lojista: Calcule o frete em seu e-commerce usando sua própria tabela de fretes.
      • Frete do Fornecedor: Use o frete do fornecedor na sua compra.
      • Esteja ciente do risco da diferença entre os dois fretes.

      Frete do Lojista:

      Recomendamos que você tenha um contrato com os Correios e calcule o frete em seu e-commerce usando sua tabela de fretes. Assim, você pode gerar a etiqueta dos Correios e enviá-la para o fornecedor.

      Lembre-se de que o endereço de origem da etiqueta deve ser sempre o endereço do fornecedor.

      Frete do Fornecedor:

      Ao usar o frete do fornecedor, você será cobrado pelo valor do frete disponível para consulta no DSLITE. Essa consulta pode ser feita através do estoque virtual ou da API.

      Pode haver diferença entre o valor do frete que você cobra em sua venda e o valor cobrado pelo fornecedor. Essa diferença, positiva ou negativa, é de responsabilidade do lojista.

      Venda com Etiqueta do Marketplace / Endereço de Origem:

      O endereço logístico cadastrado nos marketplaces deve ser o do fornecedor ou um endereço próximo a ele.

      Recomendamos ter uma conta separada para cada endereço de origem, principalmente se o marketplace não aceitar outro endereço. Isso evita cobranças adicionais de frete. A etiqueta deve conter o endereço do fornecedor para evitar problemas no cálculo do frete e prazo de entrega.

      Para a OLIST, independentemente do fornecedor, o endereço cadastrado deve ser do fornecedor ou região próxima.

      Lembre-se de que essas informações podem mudar, então fique em contato com nossa equipe e verifique nossos informativos regularmente.

    1. Quem envia a NF ao destinatário final?

      No Crossdocking, o lojista envia a nota fiscal ao destinatário final, após aguardar o produto chegar em seu endereço e realizar o faturamento. O processo envolve:

      1. O lojista consulta a disponibilidade de estoque do fornecedor.
      2. O lojista faz a venda para o cliente final.
      3. O lojista compra o produto do fornecedor.
      4. O lojista aguarda o produto chegar em seu endereço.
      5. O lojista fatura e envia o produto para o cliente final, incluindo a nota fiscal.

      No Dropshipping, o processo é um pouco diferente:

      1. O lojista consulta a disponibilidade de estoque do fornecedor.
      2. O lojista faz a venda para o cliente final.
      3. O lojista emite a nota fiscal de simples faturamento para o cliente final, com a mensagem “A mercadoria será entregue por: [dados do fornecedor]”.
      4. O lojista envia o XML desta nota fiscal para o fornecedor, através do portal DSLite.com.br, e-mail configurado no DSLite ou integração.
      5. O fornecedor envia o produto diretamente para o cliente final com nota fiscal de simples remessa, mencionando a mensagem “Mercadoria entregue por conta e ordem de [dados do lojista] e [nota fiscal do lojista]”.
      6. O fornecedor emite nota fiscal de venda para o lojista, citando a mensagem “Mercadoria entregue com NF [dados da nota fiscal de remessa para o cliente final]”.

      Portanto, no Dropshipping, o fornecedor envia diretamente o produto ao cliente final e emite a nota fiscal de remessa. O lojista emite a nota fiscal de faturamento ao cliente e também para o fornecedor, que emite a nota fiscal de venda ao lojista.

    2. Porque a CFOP do lojista deve ser OBRIGATÓRIAMENTE 5120 ou 6120?

      A utilização das CFOPs 5120 ou 6120 (Código Fiscal de Operações e Prestações) é obrigatória no sistema DSlite para garantir a correta caracterização das operações de dropshipping e venda à ordem. Essas CFOPs indicam a venda de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros entregue ao destinatário pelo vendedor remetente (fornecedor) em venda à ordem. É importante utilizar essas CFOPs corretas para evitar problemas fiscais e assegurar a transparência da operação.

      O uso adequado dessas CFOPs é fundamental para garantir que o processo de dropshipping seja realizado conforme as normas fiscais estabelecidas. Quando o arquivo XML da Nota Fiscal Eletrônica do lojista não está com a CFOP correta, o sistema DSlite rejeitará o XML, e o lojista precisará cancelar a nota fiscal e emitir uma nova com a CFOP correta.

      A escolha das CFOPs adequadas está relacionada à natureza da operação de dropshipping, na qual o lojista vende mercadorias que estão no estoque do fornecedor e o fornecedor realiza a entrega diretamente ao cliente final. As CFOPs 5120 e 6120 refletem exatamente essa situação, indicando a venda à ordem de mercadorias que não passaram por nenhum processo industrial no estabelecimento do vendedor (fornecedor) e são entregues ao destinatário pelo vendedor remetente (fornecedor).

      A observância das CFOPs corretas ajuda a evitar interpretações equivocadas por parte do fisco e garante a conformidade tributária de todas as partes envolvidas no processo de dropshipping.

    3. O cliente vai receber a nota fiscal de quem?

      O cliente final receberá duas notas fiscais:

      1. Nota Fiscal de Faturamento do Lojista: Esta nota fiscal será emitida pelo lojista e enviada ao cliente final. Ela contém os detalhes da venda, incluindo o valor dos produtos, impostos, forma de pagamento, dados do cliente e do lojista. Essa nota fiscal indica a venda realizada e serve como comprovação da transação entre o cliente e o lojista.
      2. Nota Fiscal de Simples Remessa do Fornecedor: Esta nota fiscal é emitida pelo fornecedor e acompanha o produto que será enviado diretamente ao cliente final. Ela não é uma nota de venda, mas sim de remessa, indicando que o produto está sendo enviado sob a responsabilidade e ordem do lojista. Essa nota fiscal não é um documento fiscal de venda, mas sim de transporte.

      Ambas as notas fiscais terão o mesmo valor final e são emitidas para garantir a transparência da operação, documentar o envio dos produtos e cumprir as obrigações fiscais. A nota fiscal de faturamento do lojista é uma prática comum para que o cliente final tenha todas as informações da compra, enquanto a nota fiscal de simples remessa do fornecedor assegura a legalidade e transparência da operação de dropshipping.

    4. Como é feita a emissão de notas fiscais para o Dropshipping Legal?

      A emissão de notas fiscais para o dropshipping legal envolve a operação fiscal de “Venda a Ordem”, e nesse processo são emitidas três notas fiscais: uma do lojista e duas do fornecedor.

      1. Nota Fiscal de Faturamento do Lojista: Quando uma venda é realizada, o lojista emite uma nota fiscal de faturamento para o cliente final. Nessa nota fiscal, o lojista utiliza a CFOP 5120 ou 6120, que são códigos fiscais específicos para a operação de “Venda a Ordem”. Além disso, nos dados adicionais da nota fiscal, o lojista menciona que o produto será entregue pelo fornecedor, informando o CNPJ e a Razão Social do fornecedor.
      2. Nota Fiscal de Simples Remessa do Fornecedor para o Destinatário Final: O fornecedor emite uma nota fiscal de simples remessa para o destinatário das mercadorias, indicando a nota fiscal, o CNPJ e a Razão Social do lojista. Nessa nota fiscal, é mencionado que a entrega está sendo realizada “por conta e ordem” do lojista. Essa nota fiscal atesta que os produtos estão sendo enviados para o cliente final.
      3. Nota Fiscal de Faturamento Simbólico do Fornecedor para o Lojista: O fornecedor emite uma segunda nota fiscal de faturamento, porém, essa nota é simbólica e não representa uma nova venda. Ela serve para documentar a operação realizada e cita que os produtos foram entregues para o destinatário X, conforme a nota fiscal X.

      Esse processo de emissão de notas fiscais garante a transparência, a legalidade e a rastreabilidade das operações de dropshipping, assegurando que todas as partes envolvidas estejam em conformidade com as obrigações fiscais.

    5. Com nota fiscal avulsa, é possível fazer dropshipping?

      No nosso sistema, a base é sempre o arquivo XML da nota fiscal eletrônica, e a nota fiscal avulsa não gera esse arquivo XML. Portanto, não é possível utilizar os recursos de dropshipping com nota fiscal avulsa.

    6. Como funciona a tributação dos produtos na venda por dropshipping?

      A tributação para o lojista em vendas por dropshipping é idêntica à tributação de uma venda normal. A principal diferença está na forma como a operação é realizada e nas informações adicionais nas notas fiscais.

      No processo de dropshipping, o lojista emite a sua nota fiscal de faturamento para o cliente final, utilizando a CFOP específica para “Venda à Ordem”. Além disso, nos dados adicionais da nota fiscal, é importante incluir uma mensagem informando que os produtos serão entregues pelo fornecedor, indicando o CNPJ e a Razão Social do fornecedor.

      É fundamental ressaltar que o processo de dropshipping não isenta o lojista das responsabilidades fiscais e tributárias de uma venda normal. A tributação deve ser adequada de acordo com a legislação vigente e as orientações do contador do lojista.

      Cada estado e tipo de produto podem ter regras tributárias diferentes, portanto, é altamente recomendado que o lojista consulte seu contador para obter esclarecimentos específicos e garantir que a tributação esteja correta. Disponibilizamos um manual de instruções para emissão de nota fiscal que pode ser útil nesse processo.

    7. O que acontece no caso de cancelamento de compra dropshipping?

      No caso de cancelamento de uma compra de Dropshipping, os procedimentos podem variar dependendo do estágio em que a operação se encontra:

      1. Após a remessa dos produtos, mas antes do recebimento pelo destinatário: Nesse caso, o lojista deve orientar o destinatário a recusar a entrega dos produtos no ato do recebimento. O lojista então deve proceder com a devolução da mercadoria, emitindo uma Nota Fiscal de Entrada e coordenando a devolução com a transportadora. Importante notar que o fornecedor não deverá receber os produtos de volta em seu estoque.
      2. Antes da remessa dos produtos: Caso o cancelamento ocorra antes dos produtos serem enviados pelo fornecedor, o lojista deve entrar em contato com o fornecedor o mais rápido possível para informar sobre o cancelamento. O fornecedor deverá então realizar os procedimentos internos para cancelar a expedição.

      Em ambos os casos, é importante que o lojista se comunique de maneira eficiente com o fornecedor e o destinatário, garantindo que o processo de cancelamento seja conduzido de forma adequada e dentro das diretrizes legais e operacionais.

    8. O que acontece se o destinatário devolver o produto?

      No caso de o destinatário devolver o produto por desistência ou qualquer outro motivo, a devolução dos produtos deve ser feita diretamente para o lojista, e não para o fornecedor. Isso ocorre porque, legalmente, a venda foi efetuada pelo lojista e o produto já pertence ao lojista.

      Portanto, o processo de devolução deve ser coordenado entre o destinatário e o lojista. O lojista deve fornecer as instruções para a devolução e, assim que os produtos forem devolvidos, o lojista deve proceder com os trâmites necessários, como inspeção dos produtos, processamento da devolução e reembolso, se aplicável.

      É importante que o lojista esteja em conformidade com as políticas de devolução e reembolso estabelecidas, tanto em termos legais quanto em relação às políticas de sua própria loja.

    9. Na venda por dropshipping, como fica a responsabilidade perante o destinatário final?

      Na venda por dropshipping, a responsabilidade perante o destinatário final permanece a mesma que em uma venda normal. O fato de ser uma operação de dropshipping não altera as responsabilidades e os papéis de cada envolvido na transação.

      O destinatário final sempre irá se comunicar com o lojista em relação a questões como garantia, devolução, arrependimento, atraso, entre outras. O lojista é o ponto de contato principal para o cliente final e é responsável por oferecer o suporte necessário e atender às demandas do cliente.

      O fornecedor/distribuidor, por sua vez, fornecerá o suporte e a assistência necessários ao lojista em termos de garantias, trocas, devoluções, de acordo com a política comercial estabelecida entre as partes e em conformidade com as regulamentações legais aplicáveis.

      Portanto, a responsabilidade perante o destinatário final não muda no contexto do dropshipping. Cada parte continua cumprindo suas obrigações conforme o acordo estabelecido e as regulamentações vigentes.

    10. Quem é responsável pela garantia dos produtos no dropshipping?

      No contexto do dropshipping, a responsabilidade pela garantia dos produtos segue a mesma lógica que em uma venda tradicional. O LOJISTA é o responsável legal por fornecer a garantia dos produtos e oferecer o suporte necessário ao cliente em caso de problemas ou vícios no produto.

      O fornecedor, por sua vez, é responsável por fornecer ao lojista produtos que estejam em conformidade com as regulamentações e padrões de qualidade. Isso inclui garantir que os produtos não tenham vícios de fabricação e cumpram as especificações prometidas.

      Portanto, o LOJISTA é quem tem a obrigação legal de fornecer a garantia e o suporte aos clientes, enquanto o fornecedor deve fornecer produtos de qualidade e dentro dos padrões estabelecidos. O relacionamento entre o lojista e o fornecedor deve ser regido por acordos e políticas comerciais que estabeleçam claramente as responsabilidades de cada parte.

    11. Se eu fizer adesão ao sistema DSLite já terei acesso ao estoque virtual de todos os fornecedores?

      Ao fazer a adesão ao sistema DSLite, não significa automaticamente que você terá acesso ao estoque virtual de todos os fornecedores. O acesso ao estoque virtual de cada fornecedor depende da autorização e liberação concedida por cada fornecedor individualmente.

      A equipe do DSLite pode ajudar a facilitar o processo de acesso ao estoque virtual, fornecendo seus dados cadastrais aos fornecedores para solicitar a liberação de acesso. No entanto, a decisão final de conceder o acesso ao estoque virtual é tomada pelo próprio fornecedor.

      Portanto, a liberação para acessar o estoque virtual de um determinado fornecedor dependerá da autorização concedida por esse fornecedor específico, e não é garantido que você terá acesso a todos os estoques virtuais assim que fizer a adesão ao sistema.

    12. Como cadastrar as Margens de Lucro no DSLITE?

      Cadastrar as margens de lucro dos produtos no sistema DSLITE é uma etapa fundamental para a gestão eficaz do seu negócio. Assista ao vídeo abaixo para obter um guia completo sobre como realizar esse cadastro:

      Manual de Cadastro de Margens de Lucro no Sistema DSlite

      Neste vídeo, você encontrará instruções detalhadas sobre como cadastrar as margens de lucro dos produtos no DSLITE. Manter as margens atualizadas é essencial para garantir uma precificação adequada e maximizar os retornos do seu negócio.

    13. Tem um plano mais em conta para utilizar somente o Crossdocking?

      Sim, oferecemos um plano mais em conta que é exclusivo para o Crossdocking. Além disso, também temos um plano que inclui tanto o Crossdocking quanto o Dropshipping.

      Ao fazer a adesão ao sistema DSLite, você tem acesso a todos os recursos disponíveis de acordo com os planos. No entanto, é importante destacar que a disponibilidade de recursos específicos, como o Crossdocking ou o Dropshipping, depende das negociações e acordos feitos entre você e seus fornecedores. Cada fornecedor pode decidir quais recursos deseja disponibilizar para seus clientes.

      Portanto, você pode optar pelo plano de Crossdocking, que oferece um custo mais acessível e se ajusta às suas necessidades específicas de operação.

    14. Qual é a finalidade do sistema DSLite?

      A finalidade do sistema DSLITE é fornecer aos lojistas uma plataforma que facilita a operação de dropshipping, uma modalidade de comércio em que os produtos são vendidos sem a necessidade de manter um estoque físico. O sistema oferece catálogos de produtos online de fornecedores que trabalham com dropshipping, permitindo que os lojistas vendam esses produtos em suas próprias lojas, sites ou marketplaces.

      Além disso, o sistema também oferece apoio, orientação e esclarecimentos sobre as práticas do dropshipping, uma vez que essa modalidade de comércio pode ser nova para muitos lojistas. Ele auxilia no gerenciamento das operações, desde a escolha dos produtos até a entrega ao cliente final.

      O DSLITE também disponibiliza integrações próprias para facilitar o cadastramento de produtos e o processo de vendas nos sistemas dos lojistas. Isso ajuda a simplificar e agilizar as atividades envolvidas no processo de dropshipping.

    15. Quem é a B2Lite e o que é o DSLite?

      A B2LITE TECNOLOGIA ONLINE é uma empresa especializada em fornecer serviços de integração para dropshipping e crossdocking entre lojistas (sejam físicos ou online) e seus fornecedores. O principal produto oferecido pela B2LITE é o DSLite, um portal dedicado ao dropshipping e crossdocking, acessível através do site https://www.dslite.com.br.

      O DSLite é uma plataforma que facilita a relação entre lojistas e fornecedores ao permitir que os lojistas tenham acesso a catálogos de produtos disponíveis para dropshipping e crossdocking. Através dessa plataforma, os lojistas podem consultar os produtos disponíveis, efetuar vendas, gerar notas fiscais, e coordenar a entrega dos produtos aos clientes finais.

      A B2LITE é reconhecida e homologada pelos fornecedores parceiros para fornecer serviços de integração e tecnologia, permitindo que os lojistas utilizem o DSLite para aprimorar suas operações de dropshipping e crossdocking.

    16. Como posso obter acesso ao sistema DSLite?

      Somente CROSSDOCKING

      1. O cliente solicita ao seu vendedor/fornecedor.
      2. O fornecedor autoriza o acesso no seu sistema.
      3. A B2lite envia um link contendo um Termo de Adesão para o cliente.
      4. O cliente aceita os termos do contrato.
      5. A B2lite efetua a liberação do acesso e envia os dados necessários ao cliente para acessar.

      Valor da adesão: R$ x,00/mês na modalidade pré-pago com 15 dias grátis.

      CROSSDOCKING + DROPSHIPPING

      1. O cliente solicita ao seu vendedor/fornecedor.
      2. O fornecedor envia um contrato de logística fracionada, se aplicável.
      3. O cliente assina o contrato eletronicamente, se aplicável.
      4. O fornecedor autoriza o acesso no seu sistema.
      5. A B2Lite envia um link contendo um Termo de Adesão para o cliente.
      6. O cliente aceita os termos do contrato.
      7. A B2Lite efetua a liberação do acesso e envia os dados necessários ao cliente para acessar.

      Valor da adesão: R$ x,00/mês na modalidade pré-pago com 30 dias grátis.

    17. O que está incluso na adesão ao sistema DSlite?

      Ao aceitar o nosso termo de adesão, o cliente recebe um token de acesso para utilizar as nossas APIs de integrações, as URLs necessárias para baixar os arquivos de listas completas e atualizadas em formato XML e XLSX, além de um login para acessar os recursos do nosso portal.

      A adesão já engloba o acesso à quantidade de fornecedores parceiros estabelecida no plano aceito. O lojista simplesmente precisa cadastrar-se junto aos fornecedores, e estes devem autorizar a B2lite a disponibilizar o acesso ao catálogo.

      O DSLITE também disponibiliza algumas integrações próprias com alguns dos principais sistemas de uso comum para aqueles que desejam vender pela internet.

    18. Posso ter acesso aos catálogos de produtos antes de contratar o sistema DSLITE?

      Não. Para ter acesso aos catálogos de produtos, é necessário aceitar o nosso Termo de Adesão. Por essa razão, concedemos um período grátis ao cliente para avaliar os catálogos de produtos e realizar as integrações conforme necessário.

      No entanto, é importante destacar que os catálogos só serão liberados após a autorização dos fornecedores. Nesse sentido, é necessário que o lojista indique quais fornecedores ele deseja utilizar, a fim de que possamos encaminhar o cadastro e obter a aprovação por parte dos fornecedores.

    19. Quanto tempo demora para liberar os catálogos para uso no sistema DSLITE?

      A liberação no sistema DSLite é bastante ágil, normalmente levando apenas algumas horas. No entanto, o processo de cadastro junto aos fornecedores pode levar até 2 dias úteis, dependendo dos fornecedores escolhidos pelo cliente.

      Para acelerar esse processo, realizamos o cadastro preliminar do cliente em nosso sistema e posteriormente encaminhamos os dados aos fornecedores escolhidos por você.

      Assim que os fornecedores concederem as autorizações, o DSLITE disponibilizará os catálogos no sistema. Em algumas situações, os fornecedores podem entrar em contato com os lojistas para confirmar ou complementar determinadas informações.

      É importante ressaltar que o nosso termo de adesão ao sistema só será enviado após a liberação de, pelo menos, um fornecedor.

    20. Posso vender pelo Mercado Livre/Marketplaces e fazer Dropshipping?

      Sim, é totalmente possível realizar vendas por meio do Mercado Livre/Marketplaces enquanto pratica o dropshipping. É importante ressaltar que os pedidos originados no Mercado Livre/Marketplaces possuem prioridade no processo de faturamento junto aos fornecedores. Isso ocorre devido aos prazos de envio dos produtos.

      Observação: A DSLite não possui integração direta com marketplaces ou com o Mercado Livre. Portanto, é necessário utilizar plataformas integradoras para essa finalidade.

      Importante: Venda com a etiqueta do Marketplace e o endereço de origem.

      É essencial que o endereço logístico cadastrado nos marketplaces corresponda, obrigatoriamente, ao endereço do fornecedor ou a uma região próxima a ele.

      Embora em alguns fornecedores possa ser permitido o uso de outro endereço, recomendamos fortemente que cada endereço de origem tenha uma conta distinta. Isso significa que a etiqueta de envio deve conter o endereço do fornecedor. Caso um cliente utilize uma conta existente com um endereço diferente, o Marketplace calculará o valor do frete e o prazo de entrega com base no endereço de cadastro. Uma vez que os produtos são enviados do endereço do fornecedor, é possível que haja uma cobrança posterior de diferença no frete.

      Embora algumas agências de correios possam não restringir o envio de produtos de endereços diferentes, é normal encontrarmos situações de recusa. Portanto, a recomendação é utilizar uma conta separada para cada fornecedor.

      DROPSHIPPING PELA OLIST: Independentemente do fornecedor, é obrigatório cadastrar o endereço logístico na OLIST como o endereço do fornecedor ou uma região próxima a ele.

      Essas informações podem sofrer alterações a qualquer momento. Portanto, mantenha um contato contínuo com nossa equipe e fique atento aos nossos informativos.

      Atenciosamente,

      Equipe DSLite.

    21. Preciso contratar um Integrador para obter acesso ao Dropshipping em todas as plataformas?

      A necessidade de um integrador depende. Temos integrações próprias disponíveis que permitem conectar-se com os principais canais de vendas do mercado. Além disso, dispomos de APIs que possibilitam a integração do catálogo de produtos com o seu site ou e-commerce. Recomendamos consultar o seu desenvolvedor, programador ou a plataforma de e-commerce que você utiliza para obter orientações específicas. (Você pode encontrar no nosso website a indicação de alguns parceiros que já possuem integração com o sistema DSLite.)

      Após a adesão a um dos planos disponíveis, será fornecida uma URL que permite baixar o catálogo completo e atualizado do fornecedor, bem como uma chave de acesso para utilizar as APIs disponíveis (https://api.dslite.com.br) e realizar as integrações.

      Vale mencionar que algumas plataformas de e-commerce não efetuam as integrações diretamente. Nesses casos, pode ser necessário contratar um integrador para manipular os dados e/ou estabelecer as integrações com as plataformas ou marketplaces pertinentes.

    22. Como faço para vender os produtos no Mercado Livre?

      Lamentavelmente, não dispomos de uma integração direta com os Marketplaces. Para incluir nossos produtos nos Marketplaces, é necessário contar com a colaboração de algum integrador ou parceiro. Felizmente, temos diversos integradores parceiros que podemos recomendar, como Bling, Tiny, Anymarket e Plugg.to, entre outros.

      Além disso, temos uma integração direta com o canal de vendas OLIST, que é um dos principais vendedores do Mercado Livre no Brasil.

      Para uma lista atualizada de parceiros, sinta-se à vontade para consultar nosso website.

    23. Como funciona a Integração do lojista com o estoque do fornecedor?

      Após a adesão ao sistema da DSLite, um link será disponibilizado para que você possa baixar um arquivo contendo o catálogo completo de produtos, com os estoques atualizados.

      Além disso, o sistema DSLite fornece APIs que possibilitam as integrações necessárias:

      1. Consultas individuais de produtos e estoques.
      2. Inserção de pedidos de dropshipping.
      3. Consulta do status de remessas.
      4. Consulta de tabelas de fretes, entre outras.

      As APIs estão prontas para serem utilizadas e podem ser integradas com qualquer sistema de e-commerce ou ERP. O seu desenvolvedor terá as informações necessárias para realizar essa integração de forma eficaz.

      Também contamos com integrações próprias com diversos sistemas, permitindo que você se conecte com praticamente todos os canais de vendas online disponíveis. Isso simplifica ainda mais o processo de integração e gerenciamento do estoque do fornecedor.

    24. Como posso integrar os produtos do DSLite no meu sistema?

      A documentação completa de nossas APIs para integração está disponível no rodapé de nossa página inicial, na seção “Documentação das APIs”, ou pode ser acessada diretamente através deste link: https://api.dslite.com.br. Essa documentação inclui exemplos práticos e um token para que você possa realizar testes.

      Após aderir a um dos planos disponíveis, você receberá uma URL que permitirá baixar o catálogo completo e atualizado dos fornecedores, bem como uma chave de acesso que será usada para realizar as integrações por meio das APIs (https://api.dslite.com.br).

      Através das APIs disponíveis, é possível integrar o catálogo de produtos em seu site ou e-commerce de maneira relativamente simples. Para isso, é recomendável consultar o seu desenvolvedor, programador e/ou a plataforma de e-commerce que você utiliza. Além disso, já contamos com alguns parceiros que possuem integração de suas plataformas, o que pode agilizar ainda mais o processo.

    25. O que é plataforma parceira?

      Uma plataforma parceira refere-se a empresas que oferecem plataformas ou sites de e-commerce e que já foram homologadas e integradas com o estoque virtual dos fornecedores por meio do portal de dropshipping DSLite.com.br. Isso significa que essas plataformas têm uma integração pré-estabelecida com o sistema DSLite, tornando o processo de vendas e gerenciamento de estoque mais eficiente para os lojistas que utilizam essas plataformas específicas.

    26. O que é APi de integração?

      Uma API de integração (Interface de Programação de Aplicativos) é um conjunto de recursos que os programadores utilizam para acessar informações de outros sistemas que disponibilizaram esses recursos.

      Toda a documentação das APIs disponíveis para integração está disponível no rodapé de nossa página inicial, na seção “Documentação das APIs”, ou através deste link: https://api.dslite.com.br. Essa documentação inclui exemplos práticos e um token para permitir que você faça testes.

      Em resumo, uma API de integração é uma maneira de conectar sistemas diferentes, permitindo que eles troquem informações e funcionem em conjunto. No caso do DSLite, as APIs permitem a integração de outros sistemas com as funcionalidades e o catálogo de produtos oferecidos pelo DSLite.

    27. O que é um parceiro integrador?

      Um parceiro integrador é uma empresa especializada em integração de sistemas que já está qualificada e aprovada para conectar o sistema DSLite com outros sistemas, tais como Marketplaces, ERPs (Sistemas de Planejamento de Recursos Empresariais), plataformas de e-commerce, entre outros.

      Basicamente, os integradores têm a capacidade de publicar os produtos dos fornecedores em diversas plataformas diferentes. Eles trabalham para adaptar as informações provenientes do sistema DSLite e ajustá-las às especificações do site do cliente.

      Vale destacar que não é obrigatório contar com um integrador, a menos que o site do lojista não esteja alinhado com o padrão dos arquivos do DSLite. Se o site já estiver compatível, a integração pode ocorrer de forma direta, sem a necessidade de um intermediário.

    28. Onde posso consultar as APIs disponíveis para integração?

      Você pode consultar a documentação das APIs disponíveis para integração no rodapé da nossa página inicial, na seção “Documentação das APIs”. Também é possível acessar essa documentação diretamente por meio deste link: https://api.dslite.com.br. Lá você encontrará exemplos práticos de uso das APIs, bem como um token para realizar testes e explorar suas funcionalidades.

    29. Como integrar os produtos DSLITE com a plataforma TRAY?

      Para integrar os produtos do DSLite com a plataforma TRAY, não possuímos uma integração direta. No entanto, é possível realizar essa integração por meio de integradores parceiros. Alguns dos integradores parceiros que podem ser úteis nesse caso incluem Bling, Tiny, Anymarket e Plugg.to, entre outros.

      É importante ressaltar que a integração de produtos do DSLite com a plataforma TRAY não é única. Nossos produtos podem ser integrados em diversas outras plataformas de e-commerce, marketplaces e canais de vendas, por meio dos nossos parceiros de integração.

      Além disso, contamos com uma integração direta com o canal de vendas OLIST, que possui uma excelente reputação nos principais marketplaces.

      Para uma lista atualizada de parceiros de integração, sugerimos consultar o nosso website. Isso ajudará a encontrar a melhor solução para integrar os produtos do DSLite à plataforma TRAY ou a outras plataformas de sua preferência.

    30. O que devo fazer para utilizar o sistema se minha plataforma não for homologada?

      Caso sua plataforma não esteja homologada para utilizar o sistema, você deve tomar algumas medidas para aproveitar as facilidades da integração com o estoque virtual e o dropshipping dos fornecedores de produtos e logística presentes no portal do dropshipping e crossdocking da DSLite.

      Primeiramente, recomendamos que entre em contato com o fornecedor da sua plataforma e/ou com o seu desenvolvedor para solicitar as adequações necessárias que permitirão a integração com o sistema DSLite.

      Lembramos que disponibilizamos arquivos de catálogos em formatos XML e Excel, bem como APIs que podem ser utilizadas para a integração em qualquer sistema. Além disso, é possível fazer consultas completas dos catálogos de produtos através do nosso portal.

      Portanto, mesmo que sua plataforma não seja homologada, ainda há opções para viabilizar a integração e usufruir das vantagens oferecidas pelo sistema DSLite.

    31. Como funciona a integração do DSLITE com a OLIST?

      A integração entre o DSLite e a OLIST funciona da seguinte maneira:

      1. Cadastro de Produto e Atualizações: O DSLite cadastra o produto no sistema OLIST e mantém as atualizações de estoque e preços sincronizadas.
      2. Cliente Novo na OLIST: Se você é um cliente novo na OLIST, será necessário fornecer uma declaração do fornecedor autorizando você a realizar dropshipping. Essa declaração deve ser solicitada diretamente ao fornecedor e deve ser anexada à plataforma OLIST, substituindo as notas fiscais de compra dos primeiros produtos exigidas no cadastro.
      3. Endereço do Cliente: Para efetuar vendas de dropshipping através da OLIST, o endereço logístico cadastrado na sua conta da OLIST deve coincidir com o endereço do fornecedor. Se você pretende fazer dropshipping com mais de um fornecedor, será necessário cadastrar mais de um endereço logístico na OLIST. No caso de realizar apenas o crossdocking, essa informação não é relevante, pois o próprio cliente fará a postagem do produto.
      4. Múltiplas Contas: O sistema DSLite não permite o uso da mesma conta OLIST para integrar com mais de um CNPJ no DSLite. Isso se deve a limitações técnicas relacionadas às credenciais de integração entre os sistemas.
      5. Preços de Venda: Nessa integração com a OLIST, a margem de lucro e o preço de venda devem ser definidos no sistema DSLite. Isso difere de outras integrações, onde recomendamos que a gestão do preço de venda seja feita no sistema de destino.

      O processo de integração em si é muito simples e pode ser concluído com apenas alguns cliques. Depois disso, você pode selecionar os produtos que deseja cadastrar na OLIST, e o sistema começará a sincronização.

    32. Já utilizo a LOJA INTEGRADA, porque preciso do DSLITE?

      Apesar de já utilizar a Loja Integrada, há razões para considerar o uso do DSLite:

      1. Ampliação de Catálogo: O foco do DSLite é fornecer os catálogos de produtos dos nossos fornecedores, juntamente com as ferramentas para você acessá-los ou integrá-los ao seu site e sistemas.
      2. Integração Flexível: Embora a Loja Integrada seja uma plataforma de e-commerce, o DSLite colabora com várias plataformas e integradores, permitindo que você integre os catálogos em sistemas além do seu site de vendas.
      3. Integrações Próprias: O DSLite oferece integrações diretas com diversos sistemas, o que pode simplificar o processo de integração e gerenciamento de estoque.
      4. Maior Variedade: Ao utilizar o DSLite, você pode ampliar a variedade de produtos oferecidos em seu site, selecionando produtos de diversos fornecedores.
      5. Diversidade de Formatos: O DSLite disponibiliza arquivos de catálogos em formatos como XML, Excel e APIs para integração em diversos sistemas.
      6. Portal de Consulta: Além dos catálogos, você pode utilizar o portal do DSLite para realizar consultas completas dos catálogos de produtos.

      A escolha entre usar apenas a Loja Integrada ou adicionar o DSLite depende das suas necessidades específicas e da maneira como deseja gerenciar seus produtos e estoque. Lembre-se de que o DSLite oferece flexibilidade na integração e acesso a uma variedade maior de fornecedores e produtos.

    33. Quais são os fornecedores disponíveis no DSLITE?
      LISTA DE FORNECEDORES DISPONÍVEISNO NO SISTEMA DSLITE
      Fornecedor Modalidade Segmento Região Quantidade de itens
      Perfil Site Dropshipping Peças e acessórios de moto Campina Grande do Sul-PR 4349
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Informática, Gamer, Eletrônicos, Instrumentos Musicais, entre outros Ibiporã-PR 1957
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Audio e Energia Londrina-PR 350
      Perfil Site Crossdocking Informática, Gamer, Eletrônicos, Instrumentos Musicais, entre outros Cambé-PR 1264
      Perfil Site Crossdockig Pastilhas de freios Londrina-PR 800
      Perfil Site Dropshipping + Crossdocking Instrumentos Musicais, Som Profissional, Pilhas entre outros Ibiporã-PR 600
      Perfil Site Crossdocking Informática, Gamer, Eletrônicos, Instrumentos Musicais, entre outros Maringá-PR Serra-ES 2000
      Perfil Site Crossdocking Informática, Moveis, Eletrônicos, entre outros Douradina-PR 225
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Moveis e Decoração Cascavel – PR 100
      Perfil Site Dropshipping Instrumentos musicais e acessórios Jundiaí-SP 1600
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping + Venda direta Moveis Bauru-SP 800
      Perfil Site Dropshipping Calçados Jaú-SP 350
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping + Venda direta Semi jóias Americana-SP 420
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping + Venda direta Calçados Franca-SP 300
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Cama, Mesa e Banho, Decoração e Produtos Pet Ibitinga – SP 450
      Perfil Site Dropshipping + Venda direta Moda masculina São Paulo-SP 250
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping + Venda direta Moda feminina São Paulo-SP 160
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Instrumentos Musicais e acessórios Sao Paulo-SP 170
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Produtos Esportivos para Bicicletas Cajamar – SP 17
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Auto peças Sao Paulo-SP 10000
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Brinquedos Aparecida-SP 400
      Perfil Site Crossdocking Informática, Serviços e Tecnologia. Linhares – ES Serra – ES 850
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Audio Profissional Itapema-SC 9
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Informática, Eletroniocs, Ferramentas, Energia Solar Camboriú-SC 1000
      universo drop Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Brinquedos Rio de Janeiro-RJ 50
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Acessórios de Moda Feminina João Pessoa – PB 46
      girass cosméticos Perfil Girass Crossdocking + Dropshipping Cosméticos, Produtos de Perfumaria e Higiene Pessoal João Monlevade – MG 75
      Perfil Site Crossdocking + Dropshipping Calçados e Perfumes Nova Serrana-MG 180